Image Image Image Image Image

Scroll to Top

To Top

diretoras

 

Tata Amaral

A paulistana Tata Amaral, é uma das mais talentosas e premiadas realizadoras da cinematografia recente. Com seus longas metragens, conquistou quase 70 prêmios em festivais nacionais e internacionais. A cineasta também se destaca pela experimentação e pela originalidade de seus trabalhos.

Seu longa-metragem de estreia, “Um Céu de Estrelas” (1997), foi considerado pela crítica como um marco do cinema brasileiro, sendo eleito um dos três filmes nacionais mais importantes da década passada, além de ter recebido dezenas de prêmios em importantes festivais internacionais.

Seu segundo filme, “Através da Janela” recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais.

Antônia”, seu terceiro longa metragem, inspirou a série de televisão homônima exibida na Rede Globo em 2006 com recorde de audiência para o horário e que foi indicada ao EMMY/2007, o Oscar da televisão.

Seu filme, “Hoje” foi o grande vencedor do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro em 2011. Além disso dirigiu as séries de documentários “Rua!” para Secretaria Municipal de Direitos Humanos de São Paulo e “Causando na Rua” para o canal CINEBRASiLTV. E dirigiu episódios para a série “Psi” do canal HBO. Atualmente a cineasta trabalha no lançamento do longa “Trago Comigo”, estrelado por Carlos Alberto Riccelli, obra derivada da minissérie homônima exibida com enorme sucesso pela TV Cultura.

 

 

 

Caru Alves de Souza

Caru Alves de Souza é uma jovem diretora, roteirista e produtora de São Paulo.

Como diretora, fez os documentários “Mascarianas”, sobre o processo criativo do fotógrafo Cristiano Mascaro; e “Vestígios”, sobre duas comunidades do interior de Minas Gerais que lidam com seu passado de maneiras diferentes. Ambos foram realizados para a TV Cultura.

Também realizou dois curtas-metragens de ficção, “Assunto de Família”, sobre um menino que passa por humilhações cotidianas causadas pelo seu irmão mais velho; e “O Mundo de Ulim e Oilut”, sobre uma criança que fica sozinha em casa enquanto sua mãe sai para trabalhar. Estreou na direção de longas-metragens com o filme “De Menor” sobre dois jovens irmãos que tem que lidar com a perda dos pais.

Como roteirista, escreveu o roteiro de seus filmes, além de assinar o roteiro dos curtas “Emília Escreve um Diário” e “Carnaval dos Deuses”, em parceria com Teo Poppovic, ambos dirigidos por Tata Amaral.